• Garcia & Resende - Consultores de Negócios

Carros e casas: Limites já abrangem bens da classe média

O Código do IRS estipula que são consideradas manifestações de fortuna a aquisição de bens de valor elevado, tais como automóveis de mais de €50.0000 ou imóveis de mais de €250.000.

Contudo, em face da subida dos preços, em especial da habitação, os limites já estão abranger bens da classe média. Com efeito, enquanto o Código do IRS classifica um imóvel de €250.000 como uma manifestação de fortuna, tal já corresponde ao preço de um apartamento T2 nas principais cidades do nosso país. No caso dos automóveis, o patamar é de €50.000, o qual também já não corresponde a um "veículo de luxo".

Ora, não havendo rendimentos compatíveis com estes bens, as Finanças podem corrigir o IRS do contribuinte.




142 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo